sábado, 17 de dezembro de 2016

Veja Mais Mulheres: Filmes #43-47 - Curtas de Animação

Olás!


Quando iniciei o projeto #vejamaismulheres, meu objetivo era, além de conferir mais obras de artistas do sexo feminino, variar ao máximo o gênero dos filmes assistidos e a nacionalidade das diretoras. Montei uma lista (que está bem grandinha) de produções a serem vistas, mas não consegui selecionar animações dirigidas por mulheres. Bem, se não tive sorte com os longas, com os curtas me saí melhor. Divido aqui com vocês cinco ótimos curtas de animação dirigidos por mulheres:)

1) I was a child of Holocaust survivors (Ann Marie Fleming – Canadá, 2010)
Adaptação do livro homônimo da escritora Bernie Eisenstein baseado em suas memórias. A história fala da busca de identidade e de como os horrores vividos por seus antepassados nos campos de concentração nazista afetaram sua forma de ver o mundo. Apesar do assunto pesado, a narrativa usa o humor como forma de abordagem e compara o Holocausto com um vício. 
Tocante e com um visual sombrio.
Nascida no Japão e com ascendência chinesa e australiana, a diretora estabelecida no Canadá tem um currículo recheado com mais de 30 trabalhos. Vale dar uma espiada no portfólio da artista.
Nota: 4,5
Assista AQUI.

2) Lost property (Asa Lucander – Finlândia, 2014)
Nessa animação fofíssima, uma senhora vai todos os dias ao Achados e Perdidos em busca de algum objeto que não consegue mais encontrar, mas que era significativo para ela: um guarda-chuva, uma chave, etc. O senhor simpático do lugar tenta ajudá-la e animá-la de todas as formas, mas a pobrezinha sempre sai de lá decepcionada. Até que um dia a senhora encontra algo que não estava procurando e finalmente sorri.
Lindo demais!
Nota: 4,5
Assista AQUI.

3) The life of Death (Marsha Onderstijn  Holanda, 2012)
Aqui temos uma história inusitada e de grande delicadeza em que a Morte se apaixona pela Vida. Além do visual encantador, é incrível acompanhar a transformação dos personagens devido ao amor: enquanto a Morte para de matar por amor à Vida, a Vida deixa de viver por amor à Morte.
Só digo o seguinte: prepare o lencinho.
O curta foi seu projeto de final de curso. Começou bem, hein?
Nota: 5,0
Assista AQUI.

4) Birth (Signe Baumane  Letônia, 2009)
Os medos e dilemas da adolescente Amina diante de uma gravidez indesejada. Dosando perfeitamente o humor e a crueldade da situação, a diretora conseguiu criar uma obra marcante, divertida e assustadora ao mesmo tempo.
Minha animação preferida. E quero muito ver os outros trabalhos de Signe, que têm como temas principais sexo, gravidez e depressão, assuntos muitas vezes relacionados e que afetam diretamente as mulheres.
Nota: 5,0
Assista AQUI.


5) Mother of Many (Emma Lazenby – Inglaterra, 2009)
Inspirada no trabalho de sua mãe, que foi parteira por 30 anos, a diretora criou a animação que mostra a importância da presença dessa profissional ao lado das gestantes nesse momento tão importante de suas vidas.
Gosto muito do estilo, o qual, aliás, pode ser facilmente identificado em um dos seus trabalhos mais famosos: a série animada 'Charlie e Lola'. 
Nota: 4,5
Assista AQUI.

********************
Este post faz parte do projeto Veja Mais Mulheres, criado pela Cláudia Oliveira. Para ver o post de apresentação que inclui minha lista de filmes e os links para as respectivas postagens, clique AQUI. 

2 comentários:

Lígia Barros disse...

Adoro animações, mas essa é uma área ainda mais dominada por homens que o resto do cinema. :/

Fiquei interessada pelo Lost Property e The Life of Death.

Não sei se você já assistiu, mas um bom longa de animação dirigido por mulher é Sita Sings the Blues, baseado em contos tradicionais indianos.

Michelle disse...

Verdade. Esse aí eu não conhecia. Vou procurar. Tks pela dica! ;)