quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Sessão Nostalgia: Meu Lanchinho

Naquele tempo... (sempre achei engraçado quando ia à missa e em determinado momento o padre começava a leitura com isso)


Enfim... naquele tempo, nos já longínquos anos 80, eu era apenas uma garota que ia para a escola com sua malinha e lancheira combinando. Na verdade, a tal malinha e lancheira só foram usadas no 1º ano, já que eu voltava um dia para casa toda saltitante balançando a mala e ela arrebentou. Fiquei só com a alça na mão, vendo meus cadernos e estojo se esparramarem pela rua. No ano seguinte comecei a usar mochila, onde continuei levando meu lanchinho.

Por que eu estou falando essas coisas?
Porque esta semana, mudando de canal, acabei assistindo parte de um programa que trata da produção de alimentos, mostrando desde o momento em que a matéria-prima chega à fábrica até o produto final embalado e enviado para o comércio. E o assunto era: Como é produzido o lanchinho clássico das crianças americanas?

Eles mostraram como é produzido o famoso sanduíche de geleia com manteiga de amendoim no pão de forma, suco de maçã na caixinha e minicenouras. Acho que tinha mais alguma coisa, mas não lembro bem (já estava tarde e fui dormir).

Engraçado como os hábitos variam de um lugar para o outro. Eu amo amendoim, mas esse sanduíche americano nunca comi. E o suco de maçã então? Enquanto nos Estados Unidos esse sabor é o mais vendido, por aqui raramente é visto. Só me lembro daquele da Yakult que, aliás, sempre detestei. As minicenouras foram uma revelação para mim. Não sabia que era um clássico da hora do recreio. Eu não como minicenouras. Não como nenhum desses legumes mini (tomate cereja conta?). Tenho medo. Acho mutante demais. E a miniespiga de milho então? Muita aflição!!!

Mas voltando ao que interessa: lembrei o que eu levava de lanche.
Quando tinha a lancheira, minha mãe sempre botava na garrafinha suco de guaraná em pó ou groselha (Vitaminada Milani, iupi! que, invariavelmente, vazava e fazia um estrago - lembre-se: nos anos 80 era tudo muito primitivo; nada de garrafinha térmica antivazamento e coisas do tipo). O lanchinho era quase sempre sanduíche de presunto e queijo no pão de forma ou nas bisnaguinhas (Seven Boys... nada de Panco). Às vezes umas bolachas recheadas. Não me lembro de ter levado fruta alguma vez na vida. Não por culpa da minha mãe, é claro. Ela insistia, mas eu sempre fui muito chata para comer. Acho que as minicenouras não existiam também naquela época, pelo menos não me lembro delas. Ah... tinha o Yakult também (quase sempre já estava quente - ughhhh).















Nostálgico, não?
E vocês, levavam o que de lanche?

3 comentários:

Sarah disse...

Ai que delícia Mi!! Além das bisnaguinhas (que como até hoje, hahahah), eu levava lanchinhos Mirabel (lembra??) e Todynho... Nostalgia total agora!
Ah, as minicenouras eu até encaro, mas a miniespiga de milho... não rola!!
beijos!

Nice disse...

Que lembrança legal...eu tinha uma lancheira também. Levava pão de forma com manteiga, uma frutinha...coisas basicas assim..era muuito legal mesmo...E a Groselha Milani...que pena que não se encontra mais...Uma delícia.
Ahh...tá 1/2 difícil continuar a ser vegetariana, mas estou persistindo comendo muitos vegetais...
Beijocas.

Japa Girl disse...

Noooooossa! Tinha esquecido do lanchinho Mirabel e do Toddynho. Clássicos!