segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Teatro: Adultérios

Ontem aproveitei uma dessas promoções de sites de compra coletiva e fui assistir a uma peça que estava a fim de ver há tempos: Adultérios.




Sinopse:
O cenário é Nova York, como grande maioria das criações de Woody Allen. A comédia se passa à beira do Rio Hudson, com o encontro entre o roteirista de cinema de recente sucesso Jim Swain e um típico "homeless" americano, Fred. Jim está à espera de sua amante, para terminar o relacionamento. Fred, esquizofrênico e extremamente inteligente, se aproxima, puxa uma conversa trivial, até que acusa Jim de ter roubado sua história para escrever o roteiro de seu mais recente filme, um sucesso de bilheteria. Em meio a uma divertida e tensa discussão, os dois se vêem cada vez mais próximos, até que Fred acaba por se tornar um conselheiro sobre a relação que está prestes a terminar. Barbara, a amante, finalmente chega e tudo se complica, culminando em um final surpreendente e ardiloso.


A peça, cujo título original é Central Park West, é um texto escrito diretamente para o palco por Woody Allen e foi levada aos palcos pela primeira vez em 1995. A versão brasileira foi traduzida por Raquel Ripani, tem adaptação e direção de Alexandre Reinecke, e conta com Fábio Assunção, Norival Rizzo e Carol Mariottini no elenco. Eu A-M-O Woody Allen e suas neuroses e conseguia visualizá-lo direitinho interpretando as cenas com seu jeito peculiar inconfundível. Não há como negar a autoria do texto.


Uma coisa muito legal da peça é que Fábio Assunção e Norival Rizzo se revezam na interpretação dos papéis de Jim e de Fred a cada espetáculo (reparem nas fotos 2 e 3, como o figurino mostra a troca de papéis). Na apresentação de ontem, Fábio interpretou o desabrigado esquizofrênico Fred Savage, enquanto Norival ficou com o papel do roteirista que espera a amante. Eu queria muito ver como seria a inversão dos papéis, mas, infelizmente, essa informação não é revelada com antecedência. Só na hora é que descobrimos quem vai interpretar o que.

De qualquer forma, ontem foi a última apresentação da temporada, mas em fevereiro do ano que vem a peça entra em cartaz novamente no Tuca, aqui em São Paulo. Então, se você curte um bom espetáculo, mora aqui em Sampa ou se estiver passando por aqui quando a peça já tiver retornado, não deixe de assistir!

Créditos:
Sinopse: Divulgação
Foto 1 - Divulgação
Foto 2 - Veja SP
Foto 3 - Divulgação

3 comentários:

Kivia Nascentes disse...

Te invejei agora. Faz séculos que não vou ao teatro. Aqui em BH tem uma carência enorme de boas peças sabe? O teatro aqui tem pouquíssimo espaço e na maior parte do tempo estão em cartaz peças de comédia...

beijos querida.

Thaís Cavalcante disse...

Bom, com Woody Allen escrevendo, não duvido nada da qualidade da peça. Assim como você eu amo tudo o que ele cria. Tem sempre muita qualidade e seus desvaneios! hehehhe

Será que terá temporada aqui no Rio de Janeiro? Espero... :D

Beijos!
http://www.pronomeinterrogativo.com

danamartins disse...

Faz tempo que eu to querendo ir ao teatro, mas daqui é meio complicado pra ir. Infelizmente...
Eu nem sabia dessa, mas parece ser boa. Como a Thaís ali, se eu souber que tem aqui no Rio vou tentar fazer uma força pra ir.

Só um comentário com base no que você disse lá no blog, Jogos Vorazes não tem nada de Harry Potter. Pelo menos no livro. Mas acho que eles se aproximaram um pouco sim do estilo dos filmes. De qualquer forma, vale muito a pena conhecer. :)