segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Resenha: O Fantasma de Anya


Anya é uma adolescente com problemas típicos da idade: se acha gorda, tem vergonha da família, é meio desengonçada, tem uma única amiga e é apaixonada pelo cara mais popular da escola. Um dia, ela cai em um buraco na floresta e encontra o fantasma de uma garota morta. Sem querer, acaba levando para casa um ossinho do cadáver e, com ele, o fantasma. O que era algo assustador parece se transformar na solução dos problemas de Anya. Bem, pelo menos é o que ela acha.

Esse é um dos livros que chamou meu interesse pela capa e pelo tom soturno da sinopse. O elogio de Neil Gaiman também pesou a favor. Enfim... era uma das HQs que eu sempre via em promoção na Amazon, mas acabava não colocando no carrinho. Aí, a Lulu, que sabia que eu estava a fim de ler esse livro, me mandou um exemplar (tks, Lulu!!).

Falando do aspecto visual, achei um trabalho simplesmente maravilhoso! Gostei do traço e dos tons azuis e roxos que ajudam muito a criar o clima sombrio e misterioso da história.


Sobre a trama, confesso que essa coisa de garota excluída que se apaixona pelo bonitão da escola tem me irritado muito ultimamente. Com os dramas adolescentes até consigo lidar, mas esse ambiente de high school americana já encheu o saco. Estamos tão acostumados a consumir esse estilo de vida alheio que assumimos aquilo tudo como sendo nosso também, quando na realidade não é. Para mim, pelo menos, nunca foi assim. Então fiquei bem incomodada no início da história. Depois, conforme a protagonista vai percebendo como todos os seus esforços para ser popular são vazios, imorais e perigosos, passei a gostar mais. 

Resumindo, é uma boa história que fala sobre autoaceitação, amizade e família. Recomendo.

Nota: 3,5/5

3 comentários:

Lígia disse...

Essa HQ parece muito fofa! Também cansei dessa coisa da garota se apaixonar pelo popular da escola, mas mesmo assim, ainda adoro romances escolares :P

lulunettes disse...

De nada, Michelle! (^_^) A arte da Vera Brosgol é maravilhosa! Eu não curti O Fantasma de Anya, mas acredito que a autora possa produzir algo melhor que esse quadrinho cheio de clichês não tão bem desenvolvidos. Beijos!

Michelle disse...

Lígia,
Pois é... acho que estou velha e não tenho mais paciência para essas coisas... hahaha

Lulu,
Sim, podia ter sido melhor. Mas o visual é lindo!