sábado, 3 de setembro de 2016

O que rolou... Agosto/2016

Oi!


Já estamos na reta final de 2016! Nem sei se isso é bom ou ruim, mas, de qualquer forma, não dá para evitar. Então vamos logo ver o que rolou em agosto.  

Livros

Finalizei 7 livros em agosto. Não teve nenhuma leitura cinco estrelas, mas, em geral, gostei do que li.


- Gordura é uma Questão Feminista (Susie Orbach): A autora começa bem, faz umas observações interessantes, mas decepciona por, no fundo, não cogitar que as pessoas gordas possam querer continuar sendo gordas, possam se aceitar e ser felizes assim.
- Alien (Alan Dean Forster): Finalmente consegui ler a novelização do roteiro de Alien. Me diverti bastante e, de quebra, revi o filme e fiz post falando da história das páginas e daquela mostrada na tela.
- Butcher’s Crossing (John Williams): Ao contrário da maioria das pessoas, me decepcionei com o livro anterior do autor, então fui ler esse com o pé atrás. A experiência, desta vez, foi bem melhor.
- Aliens – Salvação (Dave Gibbons e Mike Mignola): E ainda na vibe alienígena, lembrei que tinha essa HQ na estante e decidi que era um bom momento para tirá-la da fila de leitura. O visual me agradou, mas achei a história fraca. Dei três estrelas (embora isso não apareça na imagem).
- Clube da Luta (Chuck Palahniuk): Raramente leio um livro depois de já ter assistido ao filme, mas esse eu estava curiosa para ler. Agora que já se passaram quase 20 anos desde o lançamento da adaptação cinematográfica, me juntei a umas amigas e li. A resenha de livro e filme deve sair em breve. Aguardem.
- Batman: A Piada Mortal (Alan Moore): Mais um caso em que acho o trabalho gráfico incrível, mas não gosto tanto da história. O fato de não ser leitora assídua de HQs obviamente afeta minha opinião. Não tenho paciência para acompanhar uma série volume por volume e, ler assim, do nada, me faz achar que peguei o bonde andando e ele me levou a lugar nenhum.
- Malditas - As Casas Têm Atmosfera (Várias Autoras): Sete contos de terror que têm casas como agentes do mal. Logo, logo sai resenha.


P.S. – Este ano adotarei uma pontuação máxima de 5 estrelas, em vez de 4 como costumava fazer, tanto para livros quanto para filmes.

Filmes

Em maio vi 11 filmes. Preferido do mês: “Alien” (óbvio), mas a grande maioria dos filmes levou quatro estrelinhas, então vou postar imagens de todos.


- Sharknado 4 – Corra para o 4º: Desta vez, o filme é uma grande paródia de outros filmes e os tornados agora não têm apenas tubarões. Está ficando cada vez mais bizarro e divertido!
- Mãe só há uma: Filme muito tocante sobre um garoto que descobre que foi roubado na maternidade, e as dificuldades dele e das duas famílias envolvidas para se adaptarem à nova realidade. [#vejamaismulheres]
- Aprendendo com a vovó: Ignore esse título medonho em português e veja esse filme. Sério. Lily Tomlin é a melhor pessoa ever!
- Agnus Dei: As freiras têm seu conflito espiritual; a médica tem seu conflito ético, mas se colocar no lugar do outro sempre ajuda. [#vejamaismulheres]
- O gabinete do Dr. Caligari: Um clássico do expressionismo alemão que finalmente consegui assistir.
- Alien – O oitavo passageiro: Sou assumidamente fã da criatura babona, então minha avaliação é bem emocional e tendenciosa. Mas, de qualquer forma, o filme é ótimo.
- Os homens preferem as loiras: Os homens preferem as loiras, mas é a morena quem rouba a cena. Adoro a relação de amizade das duas.
- Perfeitos desconhecidos: Gosto muito de histórias que se desenrolam com um grupo de amigos em volta de uma mesa. Esses jantares sempre começam animados, com as pessoas falando sobre amenidades, e no fim da noite, depois de revelações que abalam momentaneamente a relação de longa data, a amizade consegue superar o impacto. Vale a pena dar uma espiada nesse filme italiano.
- A teta assustada: Que filme! Triste e bonito em igual medida. Já tem post dele aqui no blog. [#vejamaismulheres]
- Clube da luta: Foi ótimo rever o filme. Nem o fato de conhecer a revelação final consegue diminuir o impacto da história.
- Southbound: Cinco histórias que se cruzam em uma estrada misteriosa. Pessoas tentando lidar com a culpa e a forma que esse peso assume para cada um é o que faz a diferença nesse filme de terror. Achei bem bacana.

Séries
Em agosto, assisti à quarta temporada de “Orphan Black” e à segunda temporada de “Grace & Frankie”.

Outros
Também teve tags em agosto: “Top Ten Tuesday: Dez livros aprovados por Killgrave” eTag dos 50%”. Ah... também teve post oficializando (e convidando quem tiver interesse) o projeto Lendo Margaret Atwood.

Até que foi bem agitado, né?
E vocês, o que fizeram em agosto?
Beijo e até +!

2 comentários:

Unknown disse...

Tô querendo ler Alien em outubro. E ver o filme também. Espero gostar. hahahah
beijos
www.jeniffergeraldine.com

Michelle disse...

Jeniffer,
Sou suspeita pra falar sobre Alien. Tomara que você goste! :)