segunda-feira, 17 de junho de 2013

Série: As Canalhas


Baseada no livro “Canalha, substantivo feminino”, de Martha Mendonça, a série exibida pelo canal GNT apresenta, em 13 episódios, histórias de mulheres de tipos físicos, idades e classes sociais diferentes, mas que não medem esforços e não se envergonham dos meios que têm que usar para conseguir o que querem.

Definição de “canalha” segundo o Dicionário Houaiss:


A cada episódio, uma mulher conta sua história diretamente para o telespectador durante uma visita ao Salão de Beleza Madeleine, administrado por Marilyn (Zezeh Barbosa), ela própria uma legítima representante das canalhas.

Diante da câmera, essas mulheres jogam no lixo "a moral e os bons costumes" e contam ao público, sem pudores, histórias recheadas de truques, mentiras e traições cometidas contra maridos, filhos, melhores amigas, colegas de trabalho, idosos... elas não perdoam ninguém.

A equipe do salão: Marilyn, Vidal, Emilene e Cacala

O programa usa as canalhices alheias para chocar, mas também faz rir e pensar. Por que certos comportamentos são aceitos mais facilmente que outros?

Assisti aos 3 primeiros episódios e o meu favorito até agora foi “Carolina” (vivida pela atriz Alessandra Colassanti), uma mulher sem um pingo de instinto materno e que nunca suportou a voz estridente das crianças, mas que cede às súplicas (e chantagens) do marido para ter um filho. Como logo se percebe, a coitada caiu numa cilada gigantesca. Todas as canalhices que ela faz para não ter que bancar a “mamãe feliz” devem deixar de cabelo em pé aqueles que não conseguem sequer cogitar que nem todas as mulheres nascem para ser mães. Interessante, divertido e, para alguns, simplesmente inconcebível.

Carolina

O programa vai ao ar pelo GNT toda segunda, às 23:00 (com reprise às sextas – 23:00; aos sábados – 22:00 e domingos - 20:30). Para assinantes da NET, é possível assistir aos episódios exibidos pelo NOW, ou conferir pela internet no Muu.

Recomendo!

2 comentários:

livroseoutrasfelicidades disse...

São umas mulheres péssimas, mas que eu achei engraçado não posso negar!

Michelle disse...

Julia,
Não é? São cretinas de primeira, mas ainda assim engraçadas.