quarta-feira, 16 de julho de 2014

Série: The Leftovers


No dia 14 de outubro de um ano não mencionado, 2% da população mundial desaparecem sem explicações. Acompanhamos cenas de acidentes, correria, pânico. Corta para três anos depois, nos preparativos de um evento em memória dos que se foram. Estamos em Mapleton, uma pequena cidade fictícia dos Estados Unidos, que ilustra o que aconteceu com aqueles que ficaram e como a perda afetou os moradores individualmente e também a dinâmica da comunidade.


Eu já falei sobre o livro do Tom Perrotta que serviu de base para a série nesse post aqui, então não vou me repetir. Agora vou apenas dividir minhas primeiras impressões sobre a série. A adaptação ficou a cargo do próprio autor, que trabalha em conjunto com Damon Lindelof (o cara por trás de 'Lost'). De imediato, notei pequenas mudanças nos personagens (algumas, inclusive, são explicadas no making of e pareceram fazer sentido para mim), como o fato de Kevin trocar a ocupação de prefeito (que agora ficou a cargo de uma mulher, Lucy) pela de chefe de polícia, uma posição mais ágil e próxima dos habitantes.


Aliás, foi criado todo um histórico para Kevin, que assumiu a chefia para substituir o pai, que enlouqueceu no dia do desaparecimento coletivo. O fantasma da loucura hereditária passa a assombrar o policial logo nos primeiros capítulos, quando ele fica em dúvida sobre seus próprios atos em uma caçada aos cães raivosos que invadiram a cidade. Esse também é um ponto interessante que se tornou mais um mistério a ser explorado na série, já que no livro os cães sem dono são apenas citados brevemente.


Em geral, o ritmo da série é bem mais acelerado que no livro, certamente para manter a audiência envolvida e tensa no sofá. Eventos são não apenas adiantados; ganham uma dose extra de violência e ação. Mesmo assim, o foco do livro é mantido nas pessoas e seus dramas particulares, mais do que nas tentativas de explicar o desaparecimento.


Até o momento em que escrevi este post, eu havia assistido apenas aos 2 primeiros episódios e ao making of, e as impressões que tive sobre o programa são boas. O equilíbrio entre drama, ação, investigação e religiosidade foi alcançado. Por enquanto, o chefe de polícia bonitão é meu personagem favorito, com sua confusão mental e atitudes polêmicas. Isso é engraçado até, já que no livro o personagem me passou a imagem de um cara de meia-idade totalmente sem graça e passivo. Veremos o que os próximos episódios nos reservam.


‘The Leftovers’ está sendo exibido pela HBO em vários horários, com estreia de novos episódios aos domingos, às 23:00. O episódio 1 (piloto) está disponível para visualização on-line no site da HBO. Acesse o hotsite da série ou clique AQUI para assistir.

Trailer legendado:

2 comentários:

Tati disse...

Coincidentemente estava aqui blogueando esperando baixar o primeiro episódio dessa série!
Agora vou ver com mais curiosidade ainda :)
Beijos!

Aide Hernández disse...

Eu amo isso e comparar esta série com Lost, que dá um bônus que não amava com Damon Lindelof se eu apostar em série.