segunda-feira, 26 de outubro de 2015

TAG: Filmes vs. Livros


Essa tag deliciosa sobre adaptações de livros para filmes e séries foi respondida pela Gláucia, do canal 'Estante Indiscreta', junto com a Márcia Cogitare e a Camila, do ‘Surtos Literários’. Gostei tanto do vídeo e do assunto que resolvi responder também. Então, “sigam-me os bons!”

1- Qual sua adaptação preferida de livro para filme ou série?
Sem pestanejar: “Drácula de Bram Stoker”. Simplesmente perfeito! Outro que me incomodou (no bom sentido) tanto quanto a leitura foi “Ensaio Sobre a Cegueira”. Sensacional.
De série, sou fanática por “Bates Motel”, que não é bem uma adaptação, só se inspira na história de “Psicose” e cria um passado para aqueles personagens. Até agora, tem funcionado muito bem.


2- Qual a pior adaptação de livro para filme ou série?
Não consigo pensar em 1 pior de todas, mas em várias que me decepcionaram ultimamente. Só para citar algumas: “Lugares Escuros” (a história é tão sensacional e a adaptação do outro livro da Gillian Flynn foi tão perfeita... faltou um diretor tão talentoso quanto o Fincher); “Sob a Pele” (mais um livro que achei incrível, mas a adaptação me pareceu mais interessada em ser um filme de arte do que em contar uma boa história).
Das séries adaptadas que me arrependi de ver: “O Bebê de Rosemary” (não, não, não... apenas não!).


3- Uma adaptação que esteja ansioso para ver.
“Quarto”, baseado no livro de mesmo nome, da escritora Emma Donoghue. Lida em 2012, essa é uma das histórias mais angustiantes que conheço. Quando fiquei sabendo que ia virar filme, me animei toda. Desde então, estou na espera. Há alguns dias ele foi exibido em um festival europeu (que estou com preguiça de procurar), então minha esperança voltou!


4- Qual foi a última adaptação a que você assistiu?
Segundo o Filmow, foi “Pontypool”, um thriller/terror adaptado do livro “Pontypool Changes Everything” (nunca traduzido para o português), do autor canadense Tony Burgess. A ideia é bem bacana: uma contaminação que se espalha pelas palavras.
Se for para contar uma adaptação de um livro lido, então é “O Vendedor de Passados”, que é levemente inspirado no livro do Agualusa, mas que se sustenta sozinho.


5- Um personagem que foi muito bem adaptado para o cinema.
Consigo lembrar de vários: Bridget Jones (exatamente como eu imaginava ao ler), Miranda Priestly (Meryl Streep arrasa mais uma vez na pele dessa personagem odiosa e hipnotizante), Macabéa (Marcélia Cartaxo é a representação perfeita da garota simples que sofre na cidade grande).


6- Um personagem que não foi muito bem adaptado para o cinema.
A adaptação de “Carrie” de 2013 é de dar vontade de arrancar os olhos, de apertar o botão “desver”, de dar reset na memória. O filme todo é desnecessário, mas a Carrie, suas caras e bocas e seus superpoderes (ela voa!!) realmente me irritaram.


7- Um livro com uma adaptação que estreia em breve e que você quer ler antes.
Deve ter um monte, mas só estou conseguindo pensar (altamente induzida pelas respostas das meninas que responderam a tag no Estante Indiscreta) em “Carol”, da Patricia Highsmith. De fato, quero ler esse e já até coloquei o livro no Kindle.


8- De qual livro você gostaria de ver uma adaptação?
“A mão esquerda da escuridão”, da Ursula K. Le Guin. Já virou programa de rádio pela BBC e peça de teatro. Os direitos foram comprados em 2004 para virar filme, mas até agora nada...


9- Três filmes que goste, baseado em livro que nunca leu.
“Clube da Luta”, Chuck Palahniuk (olha a influência aí... hahaha – vou desconsiderar, tá?).
“Psicose”, Robert Bloch (faz parte do meu projeto de ler os livros que inspiraram Hitchcock – um dia eu leio!)
“Réquiem para um sonho”, Hubert Selby Jr. (o título do livro é “Réquiem por um sonho”)
“Foi apenas um sonho”, Richard Yates (porque decidi escolher todos com “sonho” no título...rs. Mas sério: adoro esse filme e quero muito conhecer a escrita desse autor).


E é isso. Adorei responder a tag!
Quem gostou e quiser responder também, sinta-se à vontade. Deixe o link aí nos comentários para eu poder ir fuxicar nas respostas alheias!


6 comentários:

Lígia disse...

Adorei a tag! Também estou com muita vontade de assistir "Quarto", espero que seja tão bom quanto o livro.

Camila Zulli disse...

Oi Michelle Td bem? Anotei algumas dicas ... Tenho o livro Quarto aqui em casa e ainda não vi Vou criar vergonha e ler antes de sair o filme ... Devido à pressão vou ler e assistir Carol rs Bjo

Jeniffer Santos disse...

Adoro essa tag!
Nunca vi Drácula. Vou procurar.
Amo Bates Motel! Ensaios sobre a cegueira é sensacional, mas nunca li o livro.
É... Uma pena a adaptação de Lugares escuros =/
Tb estou louca para ver Quarto. Adorei o livro.
Beijos!

Michelle disse...

Lígia,
Dedos cruzados!

Camila,
Então leremos Carol num clube informal...rs

Jeniffer,
Para mim, essa é a versão definitiva. Já perdi as contas de quantas vezes assisti. Ensaio Sobre a Cegueira é o meu favorito do Saramago. Quero reler um dia.
E mais uma para o time do Quarto!

Flavia Gimenes disse...

Quarto é o que eu mais estou esperando, o livro mexeu demais comigo, fiquei pensando nele um bom tempo e sempre recomendo. Drácula e Ensaio sobre a Cegueira estão entre as minhas adaptações preferidas também. Gary Oldman estava maravilhoso!

Adorei a Tag!

www.chatadoslivros.blogspot.com.br

Michelle disse...

Flavia,
Acho que no ano que vem Quarto deve estrear por aqui (vamos torcer!)
Gary Oldman é divo e estava no topo naquele filme, né?