quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Filmitcho: O Artista


“O Artista” (The Artist) é uma comédia francesa que presta homenagem à era do cinema mudo de Hollywood das décadas de 20 e 30 e que vem conquistando mais admiradores a cada dia. Rodado em preto e branco e com os clássicos cartazes de fala dos personagens, o filme conta a história de George Valentin (Jean Dujardin), um astro de cinema que se recusa a aceitar a chegada da tecnologia dos filmes com som, fazendo com que sua carreira entre em decadência. Ao mesmo tempo, Peppy Miller (Bérénice Bejo), moça simples que começa a carreira de atriz como extra, vai ganhando prestígio e se torna uma das principais estrelas da indústria cinematográfica. A ascensão de Peppy acaba afetando o relacionamento romântico que se estabelecia entre Valentin e ela, pois Valentin tem inveja do sucesso alheio e, mesmo enfrentando problemas financeiros, é orgulhoso demais para aceitar ajuda.

Eu adoro cinema, independente do gênero do filme, e achei maravilhoso esse resgate da memória cinematográfica que "O Artista" faz. O estilo de vida daquela época, as roupas, os costumes... tudo isso me seduz. As cenas mais bacanas do filme são as que envolvem fantasias dos personagens, como quando Peppy imagina Valentin abraçando-a em um terno, quando Valentin tem um pesadelo com a chegada do som, quando ele fica bêbado e discute com personagens de seu filme. Isso sem mencionar o cachorrinho, que bota muito coadjuvante (e alguns protagonistas de outros filmes) no chinelo.

Aliás, o cãozinho chama-se Uggie na vida real e foi o vencedor do primeiro "Golden Collar" ("Coleira de Ouro"), premiação criada para reconhecer a excelência canina em Hollywood. Considerado um veterano com uma longa carreira no cinema e na TV, Uggie já havia ganho a "Palm Dog" ("Palma Canina") no Festival de Cannes do ano passado e já havia sido indicado por seu papel em Água para Elefantes”. Na disputa pelo Golden Collar, superou os concorrentes Cosmo, de Toda Forma de Amor”, Denver de 50%, Hummer de Jovens Adultos e o doberman Blackie de A Invenção de Hugo Cabret”, e agora prepara-se para curtir uma merecida aposentadoria.

Quem diria que, com toda tecnologia existente nos dias de hoje, um filme em preto e branco e mudo seria um dos favoritos na disputa pelo Oscar? “O Artista” já abocanhou vários prêmios, como Melhor Filme na premiação do Sindicato dos Produtores dos Estados Unidos (Producers Guild’s Awards - PGA), ganhou sete prêmios Bafta (o Oscar britânico), entre eles Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Diretor e Melhor Roteiro Original, levou três Globos de Ouro (Melhor Filme Musical ou Comédia, Melhor Ator em Musical ou Comédia e Melhor Trilha Sorona) e concorre ao Oscar 2012 nas categorias Melhor Filme, Melhor Ator (Jean Dujardin), Melhor Atriz (Bérénice Bejo), Melhor Diretor (Michel Hazanavicius), Melhor Roteiro Original, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Direção de Arte e Melhor Montagem.


******************
"O Artista" levou para casa o Oscar 2012 de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Figurino e Melhor Trilha Sonora Original.


Este post faz parte do Projeto Vencedores do Oscar, no qual assistirei e postarei comentários sobre todos os agraciados com o Oscar de Melhor Filme. Para ver a lista de filmes e a análise de outros títulos, CLIQUE AQUI ou no banner na barra lateral do blog.

Um comentário:

Raíssa disse...

Eu quero muuuito ver esse filme, exatamente por causa dessa premissa de ele ser preto e branco e fazer essa homenagem ao cinema. :) Tanto esse, quanto Hugo Cabret, eu quero muito assistir. :D

Nossa, nem sabia que tinha preimação pros animais que participam dos filmes, que barato! Esse cachorro é liiindo, fiquei com vocntade de morder ele qdo ele subiu no palco dos Golden Globes! *-*

bjs!