terça-feira, 27 de março de 2012

Filme: As Mulheres do 6o Andar (Les femmes du 6e étage)


A história se passa na bela Paris dos anos 60. O casal burguês Jean-Louis Joubert (Fabrice Luchini) e Suzanne Joubert (Sandrine Kiberlain) se vê desamparado quando a empregada que trabalhava na casa há 20 anos vai embora. Aproveitando o grande contingente de trabalhadores espanhóis vivendo na França para fugir do regime opressor do General Franco, o casal contrata Maria (Natalia Verbeke), jovem espanhola que vivia com a tia e mais algumas conterrâneas igualmente empregadas domésticas em cubículos no sexto andar do prédio onde moravam os Joubert. A aproximação inesperada entre Jean-Louis e as domésticas o faz reavaliar sua vida.

O filme mostra claramente as diferenças sociais entre os burgueses e a população mais pobre, formada principalmente por imigrantes espanhóis. Questões culturais e preconceitos também são abordados, além do aspecto religioso. Enquanto as madames passavam o dia em almoços com as amigas, compras e visitas a museus, as empregadas davam duro para manter a casa dos patrões arrumada e para juntar dinheiro para mandar para a família. No entanto, ao contrário do tédio e da falsidade que dominavam as esferas mais abastadas da sociedade, no núcleo das empregadas havia um grande senso de união e companheirismo, mesmo com tantas personalidades distintas.

Jean-Loius era dono do edifício e desconhecia a realidade das empregadas que viviam em seu próprio prédio. Ao tomar conhecimento, passa a se envolver mais com os problemas das mulheres e a tentar ajudá-las. No fundo, elas é que acabam mudando sua visão de mundo e ele percebe que é mais feliz na companhia das domésticas do que em seu ambiente profissional e familiar, pois com elas ele pode ser ele mesmo.

Embora o filme trate de problemas socioeconômicos sérios, o tom é leve e agradável, contando até com cenas muito engraçadas, como, por exemplo, o caos em que se transforma a vida do casal Joubert que não sabia cuidar de nada na própria casa.

Uma ótima opção de comédia francesa!
Veja o trailer:

2 comentários:

Jacqueline Braga disse...

Olá
obrigada pelo comentário e visitinha em meu blog.
Já estou seguindo o seu.
Adoro filmes que possuem como cenário Paris, ainda mais nos anos 60. Deve ser maravilhoso esse filme, ainda não conhecia.
Bjos

lunalestrie disse...

Olá! Vi esse filme ano passado e gostei, tem muitos elementos legais, mas lembro que teve alguma coisa mais pro final que não gostei muito. =)