terça-feira, 1 de março de 2016

O que rolou... Fevereiro/2016

Olás!


Fevereiro teve um dia extra, mas também já chegou ao fim. E não é que foi bem produtivo?

Livros

Apesar de uma leve ressaca literária depois que terminei o sensacional ‘O Assassino Cego’, consegui totalizar 5 livros lidos em fevereiro.


- O Assassino Cego (Margaret Atwood): meu 2º livro da autora e, mais uma vez, foi uma leitura intensa. Pretendo resenhar aqui, mas antes preciso discutir com minhas companheiras de leitura: Lulu e Maira.
- Alfred Hitchcock (Inácio Araújo): acho que não disse aqui, mas estou fazendo um curso muito bacana sobre a narrativa e Edgar Allan Poe e do Hitchcock. Esse livrinho fala brevemente sobre a vida e a obra do Hitch. Achei interessante e mais curiosa ainda para conhecer melhor a obra do cineasta.
- O Duplo (Fiódor Dostoiévski): li para o Leituras Compartilhadas dos Espanadores e gostei bastante. Quero resenhar junto com uma das adaptações mais recentes para o cinema.
- Vasto Mundo (Maria Valéria Rezende): eu não estava conseguindo me concentrar em nada nem avançar as leituras iniciadas e peguei esse livro só por curiosidade. É tão incrível que me destravou na hora! Até enrolei para não terminar logo e ter que me despedir daqueles personagens maravilhosos.
- Psicose (Robert Bloch): esse eu estava querendo ler fazia tempo, ainda mais porque faz parte do meu projeto ‘Hitchcock Reading Project’. Como será um dos filmes analisados no curso, decidi que finalmente era o momento de ler para poder comparar com a adaptação. Bem envolvente, mesmo quando se sabe o final da história. Em breve rola resenha de Livro vs Filme.

* O Demônio da Perversidade (Edgar Allan Poe): Conto muito peculiar lido e resenhado para o desafio #12mesesdePoe 
* Resenha publicada do meu livro preferido do mês passado: Syngué Sabour: Pedra-de-Paciência (Atiq Rahimi).

P.S. – Este ano adotarei uma pontuação máxima de 5 estrelas, em vez de 4 como costumava fazer, tanto para livros quanto para filmes.

Filmes

Em fevereiro vi 24 filmes. Felizmente, não foi um mês de decepções. Surpresas agradáveis: ‘Como Sobreviver a um Ataque Zumbi’, ‘Sexo por Compaixão’, ‘As Vozes’ e ‘O Duplo’.


- Spotlight – Segredos Revelados: Investigação de uma série de acusações de abuso sexual praticado por membros da igreja católica conduzida por um grupo de jornalistas do Boston Globe. Um ótimo filme sobre um assunto abominável. [Oscar 2016]
- Boa de Briga: Como fã de boxe, eu não poderia deixar de ver esse. Primeiro filme da carreira da Michelle Rodriguez. [#vejamaismulheres]
- O Menino e o Mundo: Animação nacional indicada ao Oscar. Achei muito bonita. Adoro os traços que lembram desenhos infantis. [Oscar 2016]
- Cinco Graças: Cinco irmãs adolescentes que são arrancadas da vida em sociedade, trancadas em casa e treinadas para serem esposas perfeitas. [Oscar 2016] [#vejamaismulheres]
- Superpai: Comédia nacional sobre um pai nada exemplar que faz uma confusão e acaba levando para casa um outro garotinho no lugar do filho.
- Ex_Machina – Instinto Artificial: Ficção científica que trata dos embates entre Criador vs Criatura, Instinto vs Inteligência. [Oscar 2016]
- Como Sobreviver a um Ataque Zumbi: Um grupo de escoteiros se une a uma garçonete badass para salvar o mundo dos zumbis. Mortos-vivos fãs de Britney Spears. Cervo e gatos comedores de cérebro. Como não amar esse filme? Um dos mais divertidos do gênero!
- O Quarto de Jack: Adaptação do livro de Emma Donoghue, feita pela própria autora. Gostei muito. E o menininho que interpreta o Jack rouba a cena com sua fofura. [Oscar 2016]
- A Tortura do Silêncio: Um padre que ouve a confissão de um assassinato e acaba sendo acusado do crime injustamente, sem poder revelar o que sabe. Mais um ótimo trabalho do Hitchcock.
- Sexo por Compaixão: Filme sobre uma mulher que é abandonada pelo marido porque era bondosa demais e vivia ajudando todo mundo. Para tentar recuperá-lo, ela chega à conclusão de que precisa pecar. Mas as coisas ganham uma proporção que ela jamais imaginaria. Foi uma grata surpresa esse filme espanhol. Recomendo muito. [#vejamaismulheres]
- Laços de Sangue: Um irmão é policial; o outro é criminoso. Os conflitos entre esses dois personagens que estão de lados opostos da lei. Achei fraquinho.
- Peaceable Kingdom: Documentário sobre fazendeiros que viraram ativistas veganos, seus motivos e o funcionamento do agronegócio norte-americano. Daqueles filmes que você sabe que vai dar raiva, que vai te deixar mal, mas que mostra que mudar é possível. Até naqueles casos que parecem ser mais improváveis.
- Get on Up – A História de James Brown: A montagem do filme é meio estranha. Como pessoa, James tinha umas atitudes bem reprováveis, mas como artista o cara foi um gênio. Biografia bacana.
- Festim Diabólico: Eu resumiria o filme como ‘festa estranha com gente esquisita’. Mais um do Hitchcock que vi para o curso e adorei.
- Anomalisa: Que filme maravilhoso! O estranhamento dominou quase todo o tempo de projeção, incomodou. Mas depois que terminou, fiquei relembrando a história, tentando encaixar as peças, e as coisas começaram a fazer sentido. Gosto cada vez mais.
- Longe Deste Insensato Mundo: Adorei a heroína do filme, apesar de sua ingenuidade relacionada aos assuntos do coração. E ainda tem o Mr. Oak... ai, ai [suspiros]. Só na ficção mesmo. Adaptação do livro de Thomas Hardy.
- O Retorno de um Nativo: Mais uma adaptação de Thomas Hardy. O cara tinha o dom de criar personagens inesquecíveis.
- O Diabo Veste Prada: Esse é um daqueles filmes ao estilo ‘Sessão da Tarde’ que já vi muitas vezes e que paro para assistir sempre que estou zapeando e o encontro em algum canal.
- As Vozes: Uma comédia romântica que vira humor negro e termina como um delicado drama sobre esquizofrenia. Parece bizarro, mas é bom. Vai por mim. [#vejamaismulheres]
- O Duplo: Inspirado no livro de Dostoiévski, o filme transfere a ação para uma época indefinida em um ambiente de futuro distópico pós-apocalíptico. Gostei bastante.
- A Hora da Estrela: Mais um que revi e que não perdeu o encanto. Já falei do filme e do livro aqui.
- A Garota Dinamarquesa: História incrível, atores ótimos, visual belíssimo, abordagem delicada. Muitos reclamam que é romenceado demais. Eu gostei. Entendam: é baseado numa história real, não documentário. Para mim, funcionou perfeitamente. [Oscar 2016]
- As Praias de Agnès: Mesmo sem conhecer direito o trabalho da diretora Agnès Varda, me encantei com sua autobiografia. Como ela mesma resume: 'As recordações são como uma nuvem de moscas, pedaços de memória em desordem'.
- Malala: Documentário do mesmo diretor de 'Uma verdade inconveniente' e 'A todo volume'. Mostra o lado ativista de Malala e seu lado adolescente com os problemas típicos da idade. Achei bem bacana.

Séries
Não vi nada em fevereiro.

Diversos
Fui conferir a exposição do Tim Burton. Para fã nenhum botar defeito, viu?


E isso foi tudo.
O que vocês aprontaram no mês do carnaval, hein?
Beijo e até +!

4 comentários:

Lígia disse...

Estava pensando em ler algo da Margaret Atwood, acho que vou te copiar e ler "O assassino cego".
Esse curso sobre Poe e Hitchcock parece ser muito interessante. Adoro "Festim diabólico", fui assistir sem muitas expectativas e amei.
Ainda não fui na exposição do Tim Burton. Estou com preguiça de pegar fila :/

Jeniffer Geraldine disse...

Em breve, vou conhecer Maria Valéria Rezende. Comprei o livro dela Quarenta Dias. Sou louca para ler Psicose. Sou apaixonada por Bates Motel.
Gostei muito de Spotlight. E quero ler o livro tb. Esse Ex_Machina – Instinto Artificial é bom?
Jacob arrasou d+ em O Quarto e achei que o Oscar par Brie foi merecido.
Quero ver A Garota Dinamarquesa, O menino e o mundo (vc viu onde?) e Malala.

Queria muitooo ver essa expo =/

Beijos!

www.jeniffergeraldine.com

Aline Aimee disse...

Uau!
Quantos filmes!
Tenho vontade de ver/ler O Duplo, bom saber que você gostou.
Vasto Mundo está no Kindle e deve ser o próximo dela que vou ler. Como falei noutro post, amei Quarenta Dias!

Beijo!

Michelle disse...

Lígia,
Copie à vontade...hahaha
Sim, o curso foi ótimo. Já estou planejando os próximos :)
Sobre a fila da exposição, compre antecipado pela internet que é com horário marcado (e funciona).

Jeniffer,
Quero ler outros livros da Maria Valéria. Adorei a escrita!
Bates Motel... não vejo a hora da série voltar!
Acho que Ex_Machina levanta umas questões interessantes. Vale uma conferida.
Jacob é fofo demais!
Vi em casa. E Malala passou no NatGeo.

Aline,
Gostei mais do que havia imaginado. Acho que a modernização do ambiente funcionou.
É tanta coisa para ler! Quarenta Dias é um dos que estão na fila.