quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Filme: Ted (Ted)


John era um garoto solitário que não conseguia fazer amigos. Ao ganhar um ursinho de pelúcia, ele se apega tanto ao brinquedo que deseja que o amigo ganhe vida. O pedido de John é atendido e então garoto e ursinho juram amizade eterna. Com o passar dos anos, John vai adentrando o mundo adulto, arruma um emprego e consegue uma namorada, mas não consegue de fato crescer e assumir responsabilidades, já que não é capaz de se desvencilhar das tentações juvenis apresentadas pelo amigo urso.


Às vésperas de completar quatro anos de namoro, John (Mark Wahlberg) recebe um ultimato da namorada, Lori (Mila Kunis): ou ele manda Teddy embora e passa a se comportar como homem ou enfrenta o fim do relacionamento.


Dizendo assim parece que Lori é uma ingrata sem coração, mas não é nada disso. Além de ser linda e bem-sucedida profissionalmente, Lori é uma garota com muito senso de humor e não liga de ter de bancar o namorado que não se esforça para sair de um subemprego e, ainda por cima, acha o jeito brincalhão e juvenil de John atraente. No entanto, tudo tem um limite.


Recheado de piadas politicamente incorretas, alusões sexuais e grosserias, o filme não agrada a todos os públicos, mas, ao contrário dos populares filmes adolescentes que também abusam desses recursos, Teddy, no fundo, faz críticas a um comportamento que parece ser cada vez mais comum: pessoas que se recusam a crescer, que são incapazes de lidar com a rejeição e que não conseguem assumir a responsabilidade por seus atos.


Se você é fã da animação “Family Guy” (também conhecida como “Uma Família da Pesada”) e do estilo de Seth MacFarlane (que em Teddy atuou como roteirista, diretor e dublador do ursinho), com certeza vai se divertir com a história.

Se você nunca ouviu falar em Family Guy ou Seth MacFarlane, mas não é do tipo que se ofende facilmente e curte uma comédia com muitas referências pop e dos anos 80 e 90, pode ir sem medo que vai gostar do filme.

O difícil é aguentar o falatório da horda de mal educados no cinema e as inúmeras vezes que um maldito celular toca ou é aberto, lançando aquela luz azul insuportável no campo de visão de quem só quer assistir ao filme com o mínimo de civilidade. Pensando bem, o comportamento da plateia é bem condizente com o de John, né? Triste.

4 comentários:

Raíssa disse...

Oi, Mi!

Putz, fiquei com vontade de ver esse filme, exatamente por causa desse urso grosseiro! Achei muito bem bolada a premissa de um bichinho tão fofo se comportar como um marinheiro, hahaha! Não sabia muito da história, mas parece ser bem divertida!

Deu mais vontade ainda de assistir quando vc citou que o humor é parecido com o de Family Guy! Genial! :)

Putz, então, não tô indo muito ao cinema por isso... Além de enfrentar filas homéricas, preço caro (pro ingresso, pra comer, pra beber, etc, etc), ainda tem que ficar aguentando gente mal educada... Eu sempre dou a "sorte" de sentar perto de um grupo de adolescentes efusivos, ou de alguém que fica chutando minha poltrona... Um saco! Quando fui assistir ao sexto filme do Harry Potter, sentei perto de um banco que tava cheirando a urina (provavelmente uma criança ficou com medo e fez xixi no banco). Mudei de lugar e sentei na frente de um casal que não calava a boca e ficavam chutando a minha poltrona o tempo todo porque o bonitão queria deitar no colo da namorada chata e ficava tentando se "acomodar". Nem preciso dizer que saí do cinema muito irritada... :/

bjs bjs!

Jacqueline Braga disse...

OMG, ia morrer e não ia saber que tinha um filme com esse ursinho, que anda circulando pelo facebook hahah
ainda bem que existe teu blog. Adorei, mostrei a resenha pro maridão e ele ficou louco, vamos assistir em breve.
bjos

Luara Cardoso disse...

Michelle, acredita que eu vi esse filme hoje? O que eu mais gostei foram as VÁRIAS referências a cultura pop. Nossa, eu ri tanto! Amei, amei, amei. <3
Tudo bem que em algumas partes o filme forçou um cadinho a barra, mas eu ADORO Family Guy e já sabia que iria adorar Ted.

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

Michelle disse...

Raíssa,
Ursinho grosseiro é legal, mas gente mal educada não dá, né?

Jacque,
Vai sim. Provavelmente seu marido vai gostar.

Luara,
Quem é fã de Family Guy tem 99% de chance de gostar de Ted.

bjo