sexta-feira, 28 de março de 2014

Filme: Tyskungen / The Hidden Child


Os pais da escritora Erica Falcks morrem em um acidente de trânsito e ela, então, se muda para a antiga casa deles. Lá, aparece um homem dizendo ser seu irmão. Assustada, ela o manda embora, mas fica com a pulga atrás da orelha. Ao mexer nos pertences encaixotados da mãe, descobre um diário e percebe que o desconhecido havia falado a verdade. No entanto, ao tentar contatá-lo dias depois, o encontra morto. Assim, Erica, munida de uma foto antiga, uma medalha de guerra e muita disposição, começa a investigar o passado obscuro de sua mãe. Só que alguém quer manter os segredos bem guardados. 


Depois da minha experiência não tão boa com a adaptação de um livro de Harlan Coben para as telas, decidi investir em mais uma produção cinematográfica baseada em livro: ‘Tyskungen’/'The Hidden Child', sexto livro da escritora sueca Camilla Läckberg, lançado no idioma original em 2007 e em português em 2012, sob o nome de ‘Os Diários Secretos’. Felizmente, desta vez minha escolha foi acertada.


Com uma ambientação simples e visual cinzento, que contrasta com as cenas ensolaradas da juventude da mãe de Erica, o forte do filme é mesmo o roteiro, que conduz a protagonista pelo labirinto de pistas e fragmentos de memórias que vão se juntando para montar o quebra-cabeça. Embora Erica não seja policial ou investigadora, consegue prosseguir com sua investigação sem problemas, sem bancar a heroína e sem soar forçado.


No decorrer do filme, somos apresentados aos amigos da mãe de Erica e nem todos se mostram receptivos para relembrar o passado, o que gera a dúvida: o que será que eles queriam tanto esconder? Além disso, um jovem simpatizante do movimento neonazista é preso como suspeito de ter assassinado o recém-descoberto irmão de Erica, mas logo dá um jeito de escapar e pede à protagonista que o ajude a provar sua inocência em troca de mais informações sobre as pessoas retratadas na enigmática foto. Ou seja, a narrativa nos joga toda hora de um lado para o outro, nos fazendo duvidar de todos os personagens e a considerar cada um deles culpado em algum momento. Suspense dos bons.


Não li o livro ainda e não cheguei a uma conclusão sobre se o filme é fiel à história impressa, mas gostei bastante da trama que fala de um grupo de amigos que comete um ato terrível e jura guardar o segredo eternamente. Pode não ser o tema mais criativo do mundo, mas, sem dúvida, é bem executado. Fãs de histórias tensas vão curtir.


História bem contada que consegue prender a atenção até o fim. Recomendo!


Trailer legendado em inglês:


Veja outros posts do especial Mês do Suspense!

3 comentários:

mm amarelo disse...

Melissa estou adorando essas resenhas! Adoro quando você gosta de um filme/série/livro porque deixa todo mundo com vontade ver correndo.
Vou tentar assistir esse por aqui.

beijo grande,
Maira

livroseoutrasfelicidades disse...

Meu estilo de livro. Fiquei curiossísima!

Michelle disse...

Maira,
Que bom! Se assistir, depois me fala o que achou ;)

Julia,
Parece promissor, né? Também quero ler o livro!